Melasma – Causas e Tratamentos

O que é Melasma?

Melasma são manchas escuras na pele que normalmente aparecem no rosto, braços e colo. Afeta mais frequentemente as mulheres, mas pode também afetar os homens.

Apesar de não ter uma causa clara, o Melasma está relacionada à Exposição Solar, gravidez (cloasma gravídico) e ao uso de anticoncepcionais. Além dos fatores externos, a predisposição genética também influencia no surgimento do Melasma.


Tipos de Melasma Facial

Existem três tipos comuns de Melasma Facial: Malar (maçãs do rosto), Centrofacial (bochechas, parte de cima dos lábios, nariz, queixo e testa) e Mandibular.

Podemos classificar os tipos de Melasma em:

  • Melasma epidérmico: Quando há depósito aumentado de pigmento através da epiderme (camada mais superficial da pele).
  • Melasma dérmico: Caracterizado pelo depósito de melanina ao redor dos vasos superficiais e profundos.
  • Misto: Quando se tem excesso de pigmento na epiderme em certas áreas e na derme em outras regiões.

Quais as Causas do Melasma?

Além da Exposição Solar e do uso de anticoncepcionais, o Melasma pode ser provocado pelo uso de algumas medicações, fatores hormonais e algumas doenças. Em 90% dos casos, o Melasma aparece em mulheres, com probabilidade maior de se manifestar em mulheres com tons de pele mais escuro.

Pessoas com histórico de Exposição Solar diária compreendem a maioria dos casos de Melasma. A luz Ultravioleta estimula os melanócitos que são responsáveis por produzirem a Melanina (pigmentos de cor da pele), o que pode provocar o aparecimento de manchas escuras.

Não surpreendentemente, os casos de Melasma aumentam no Verão.


Como identificar o Melasma?

O diagnóstico do Melasma é feito pelo Médico Dermatologista após análise das manchas na pele, com ou sem ajuda de aparelhos. Em raros casos é pedido biópsia da pele, mas isso pode ser feito para excluir outras coisas de hiperpigmentação.


Quais os Tratamentos para o Melasma?

O primeiro passo para o Tratamento do Melasma é a Proteção Solar. A utilização de protetores com fator de proteção de no mínimo 30 nas regiões mais expostas é fundamental. Essa prática irá ajudar muito no tratamento.

Podem ser utilizados cremes clareadores compostos por ácido glicólico, ácido retinóico e ácido azelaico para clarear as manchas. É importante reforçar que somente o Médico Dermatologista pode definir o melhor tratamento com base no tipo de pele do paciente. O Tempo de Tratamento vai variar e depender do tipo de pele.

A utilização de Lasers pode ser uma maneira de tratamento e redução das manchas. O Médico irá determinar a possibilidade de utilização dessa tecnologia ao analisar as manchas e o tipo de pele do paciente.

Nunca utilize cremes ou soluções indicados por outra pessoas, isso pode piorar as manchas de Melasma. Ao notar manchas na pele, procure o quanto antes o seu Dermatologista. Ele é o melhor profissional para indicar o tratamento correto.


Ficou com Alguma Dúvida?

Entre em contato com a Clínica Katia Daga e marque uma consulta. Ficaremos felizes em ajudar você a ter Mais Saúde e uma Melhor Qualidade de Vida.
Ligue: (11) 4799-1616.